Nota de repúdio à comentários de matéria do DN sobre uma abordagem da PRF em Maracanaú

Nota de repúdio à comentários de matéria do DN sobre uma abordagem da PRF em Maracanaú

No uso de suas obrigações estatutárias, o Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado do Ceará (SINDPRF-CE) vem, junto à comunidade cearense usuária da rede social Facebook, REPUDIAR veementemente alguns comentários feitos a matéria veiculada pelo jornal Diário do Nordeste e compartilhada pela página Polícia Civil do Ceará em Ação na rede social no dia 16 de março - 'Casal é detido por dirigir carro de luxo sob efeito de álcool em Maracanaú'. A matéria noticia acerca da abordagem feita por Policiais Rodoviários Federais a um casal que, ao realizar os testes de etilômetro, foi constatado estarem dirigindo sob o efeito de álcool, conduta vetada pela "Lei Seca". Pelos índices apurados nos testes, foi configurado crime, fazendo com que o casal fosse conduzido à autoridade policial judiciária para as providências.

Ressaltamos aqui o empenho dos PRF's em bem desempenharem seu papel de defender a coletividade dos abusos que, cometidos em caráter pessoal, repercutem principalmente em nefastas consequências ao coletivo. A quantidade de mortos e feridos anualmente em decorrência do dirigir após o consumo de bebidas alcoólicas clama por justiça – razão porque repudiamos a maneira como indivíduos, levados por sentimentos mesquinhos e egoístas, numa completa e, no mínimo infeliz, inversão de valores, maldosamente denigrem o trabalho realizado, criticando um serviço que, embora não esteja à procura de elogios, poderia sim, muito bem, ser respeitado, reconhecido e valorizado.

Vivemos em sociedade justamente para, em prol do bem-comum, colocarmos freios nas tendências egocêntricas de alguns se acharem melhores que os outros, ou superiores por quaisquer que sejam as equivocadas razões. Assinamos o pacto social e instituímos a LEI para nos igualar e nivelar, resguardadas as diferenças e particularidades de cada grupo, mas aquelas previstas no próprio ordenamento, e não na concepção errônea que alguém possa ter de si ou de outrem. Reclamamos de tudo e de tantos em nosso país. Muito frequentemente deixamos de analisar nossas ações erradas e os resultados funestos delas decorrentes para a organização social.

A natureza do trabalho da Polícia Rodoviária Federal é justamente essa: exercer o poder de polícia em nome da União, que nada mais é, senão, restringir parcelas do direito individual (o de “encher a cara”, por exemplo, e dirigir pondo em risco não só a própria vida, como, mais importante ainda, a dos outros), em favor do direito da comunidade à direção segura, em estradas seguras, livres de bêbados ao volante, que não matam ou ferem apenas a si mesmos. Portanto, convocamos os cidadãos de bem a não só jamais repetirem tais ações, como a se unirem em elos de uma corrente a favor do que é bom, verdadeiro e justo. E aos que se dão o direito de transgredir as normas, assumam, com a mesma coragem, ou loucura necessária à transgressão, todas as consequências de seus irresponsáveis atos.

 

Ronaldo Vieira, Presidente em exercício do SINDPRF-CE.

 

Curta e compartilhe nossas redes sociais:

              

Próxima notícia

Veja todas as notícias ›
Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado do Ceará | SINDPRF-CE
Rua Margarida de Queiroz, 07 - Cajazeiras - Fortaleza/CE CEP.: 60.864-300
PABX/FAX: (85)3279-2848 / (85)3279-5698
sindprfce@sindprfce.com.br