Trabalhadores do MST fazem 2º dia de bloqueio em rodovias de MT

Trabalhadores do MST fazem 2º dia de bloqueio em rodovias de MT

Integrantes do Movimento Sem Terra (MST) continuam com o bloqueio nesta terça-feira (26) nas Brs 364 e 070. Na BR- 364 a interdição é na Serra de São Vicente , próximo de Rondonópolis, a 218 quilômetros da Cuiabá. Já na BR- 070, o bloqueio é sobre a Ponte do Rio Paraguai, em Cáceres, a 250 quilômetros da capital.

"Queremos um diálogo com o governo e o bloqueio não irá terminar enquanto não houver resposta", disse Paulo César Moreira, da coordenação da Pastoral da Terra. Ele disse que há situações gravíssimas no campo e que precisam urgentemente serem discutidas junto ao governo federal, principalmente.

Em documento divulgado na segunda-feira (25), os manifestantes cobraram a desintrusão de quatro terras indígenas, sendo, a Urubu Branco, em Confresa; Manoki, em Brasnorte, Juruna, em São José do Xingu, e da Jarudori, em Poxoréo. Eles também pedem a demarcação de cinco áreas indígenas e a criação de uma nova reserva indígena.

Investimentos em infraestrutura constam da pauta dos trabalhadores, que reivindicam a recuperação e abertura de estradas; construção de pontes, poços artesianos, redes de distribuiição de água, rede de distribuição de energia do programa Luz para Todos, bem como a implantação de espaços de convivência e parques de lazer nos assentamentos.

Os manifestantes também pedem investimentos na educação, saúde, implantação de postos de atendimento médico. De acordo com a assessoria do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), as reivindicações dos manifestantes já foram repassadas para a presidência do instituto e ouvidoria agrária.

Próxima notícia

Veja todas as notícias ›
Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado do Ceará | SINDPRF-CE
Rua Margarida de Queiroz, 07 - Cajazeiras - Fortaleza/CE CEP.: 60.864-300
PABX/FAX: (85)3279-2848 / (85)3279-5698
sindprfce@sindprfce.com.br